Notícias – Lápide de um coelho morto no séc XIX

RETIRADO DO SÍTIO Portal do Animal – ACESSEM

-x-x-x-

Homem encontra lápide no meio de floresta com uma linda mensagem escrita

Em uma caminhada pela floresta na Inglaterra há alguns anos, o fotógrafo Sid Saunders quase tropeçou após sair do caminho de terra para evitar uma poça.

Saunders achou que ele tinha batido o pé em uma pedra enorme – mas quando ele deu uma olhada mais de perto, percebeu que era algo mais. Se tratava de uma minúscula lápide coberta de musgo que mal se via por detrás das folhas caídas.

Vendo o quão imunda e sombria a velha sepultura havia se tornado ao longo dos anos, Saunders pensou que a deveria limpar um pouco – e que então ele seria capaz de ler quem foi enterrado no local há mais de 130 anos.

“Eu fiz questão de voltar no dia seguinte e limpar lápide e a área ao redor”, disse Saunders ao The Dodo.

Depois que a sujeira e o musgo foram removidos, Saunders percebeu que não era apenas um túmulo comum. Era uma lápide dedicada ao coelho de estimação de alguém – que aparentemente faleceu em 1882.

“Em memória do pequeno Duchie”, dizia a lápide, com um coelho esculpido ao lado das letras na pedra. “Nascido em agosto de 1869. Morreu em dezembro de 1882.”

Saunders estava esperando que o pequeno túmulo pertencesse a um cachorro – mas era claramente alguém bem mais pequeno.

“Eu estava chocado!” Saunders disse. “Quando voltei e limpei, vi a pequena escultura de um coelho e percebi que seria um coelho de raça holandesa.”

Com os devidos cuidados e muita atenção, os coelhos de estimação vivem 10 anos ou mais. Duchie, felizmente, viveu até aos 13 anos – e seus donos docemente lhe compraram uma lápide personalizada quando ele faleceu. Animais de estimação são família, afinal.

“[Ele] deve ter sido muito bem cuidado para viver tanto tempo”, acrescentou Saunders.

A terra onde Duchie está enterrado costumava fazer parte de uma propriedade privada em 1800, disse Saunders, então é provável que o coelho tenha pertencido a quem quer que tenha morado lá. A área de floresta é agora conhecida como Marline Wood, e consiste de uma série de trilhas onde as pessoas gostam de caminhar e tirar fotos na natureza.

Embora muito sobre a família desse coelho seja um mistério, uma coisa é certa – eles amavam seu coelhinho de estimação.

E graças à família amável e à redescoberta do túmulo, os amantes dos animais podem honrar Duchie agora, mais de 130 anos depois.


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado

Tradução e adaptação por Portal do Animal, da matéria originalmente criada por The Dodo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s